Atenção!!! Seu navegador não suporta funções programação (JAVASCRIPT), portanto não poderá acessar diversas funcionalidades deste site! RECOMENDAMOS ATUALIZAR O SEU NAVEGADOR!!! Atenção!!! Seu navegador não suporta funções programação (JAVASCRIPT), portanto não poderá acessar diversas funcionalidades deste site! RECOMENDAMOS ATUALIZAR O SEU NAVEGADOR!!!
Login escolas
Login instituições astronômicas
OBA - Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica
Olimpíada Brasileira
de Astronomia e Astronáutica
Página Inicial Intranet - Acesso Restrito Extranet - Acesso Restrito

Regulamento

OBS: O regulamento completo está disponivel, em formato .pdf, na seção de downloads de nosso site.


 SUMÁRIO


1. DA OBA.

2. DA COMISSÃO ORGANIZADORA DA OBA (CO/OBA).

3. DAS TAREFAS BÁSICAS DA CO/OBA.

4. DAS TAREFAS BÁSICAS DOS PROFESSORES REPRESENTANTES DA OBA. 

5. DAS PROVAS.

I) Nível 1:
II) Nível 2:
III) Nível 3:
IV) Nível 4:

6. DOS PARTICIPANTES.

7. DOS APLICADORES DA PROVA.

8. DO LOCAL DA PROVA.

9. DOS CONTEÚDOS DAS PROVAS.

I) Nível 1:
II) Nível 2:
III) Nível 3:
IV) Nível 4:

10. PERGUNTAS PRÁTICAS E/OU OBSERVACIONAIS.

11. DA CORREÇÃO DA PROVA.

12. DA PREMIAÇÃO.

13. DOS CUSTOS.

14. DA LOGOMARCA.




1. DA OBA

A OBA é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) entre alunos de todos os anos do ensino fundamental e médio em todo território nacional. A OBA tem por objetivos fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências afins, promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, mobilizando num mutirão nacional, além dos próprios alunos, seus professores, coordenadores pedagógicos, diretores, pais e escolas, planetários, observatórios municipais e particulares, espaços, centros e museus de ciência, associações e clubes de Astronomia, astrônomos profissionais e amadores, e instituições voltadas às atividades aeroespaciais.

[voltar para o topo]


2. DA COMISSÃO ORGANIZADORA DA OBA (CO/OBA).

A SAB e a AEB delegam à Comissão Organizadora da OBA (CO/OBA) a responsabilidade da sua organização. 

[voltar para o topo]


3. DAS TAREFAS BÁSICAS DA CO/OBA.

À CO/OBA compete:

  • Definir as ações e elaborar o cronograma da OBA em âmbito nacional;
  • Tomar todas as decisões no que concerne à organização da OBA em âmbito nacional;
  • Cadastrar os professores que representarão a OBA nos respectivos estabelecimentos de ensino;
  • Elaborar e distribuir em tempo hábil aos professores representantes da OBA as circulares contendo as instruções, as provas, os gabaritos para correção, as informações e os materiais didáticos disponíveis;
  • Buscar patrocínios e apoios institucionais;
  • Responder com exclusividade pelo Brasil perante as Olimpíadas Internacionais de Astronomia e quaisquer outros organismos e entidades nacionais e internacionais que venham a tratar de assuntos relacionados à OBA. 

[voltar para o topo]


4. DAS TAREFAS BÁSICAS DOS PROFESSORES REPRESENTANTES DA OBA.

As tarefas básicas dos professores representantes da OBA são:

  • Arregimentar colaboradores e formar uma equipe para dividir as tarefas sob sua coordenação;
  • Divulgar a Olimpíada nas escolas de sua região;
  • Divulgar a OBA entre os alunos do seu estabelecimento de ensino;
  • Coordenar as inscrições dos alunos da sua escola;
  • Receber as provas da CO/OBA e copiá-las em número igual ao de alunos inscritos, garantindo o total sigilo do conteúdo das mesmas.
  • Distribuí-las, recolhê-las, corrigí-las e enviá-las para a CO/OBA;
  • Dar assistência didática aos professores da escola, quando possível;
  • Organizar a solenidade de premiação dos alunos participantes. 

[voltar para o topo] 


5. DAS PROVAS.

As provas serão em quatro níveis distintos, a saber:

  • Nível 1: destinada aos alunos regularmente matriculados nas 1ª e 2ª séries do ensino fundamental no regime de 8 anos ou 1° ao 3° ano no regime de 9 anos. Duração desta prova: duas horas;
  • Nível 2: destinada aos alunos regularmente matriculados nas 3ª e 4ª séries do ensino fundamental no regime de 8 anos ou 4° ao 5° ano no regime de 9 anos. Duração desta prova: duas horas;
  • Nível 3: destinada aos alunos regularmente matriculados entre a 5ª e 8ª série do ensino fundamental no regime de 8 anos ou 6° ao 9° ano no regime de 9 anos. Duração desta prova: duas horas;
  • Nível 4: destinada aos alunos regularmente matriculados em qualquer série/ano do ensino médio. Duração desta prova: quatro horas. 


[voltar para o topo] 


6. DOS PARTICIPANTES.

Poderão participar todos os estudantes dos níveis fundamental e médio do País, regularmente matriculados em instituições de ensino médio e/ou fundamental. Não há restrição quanto ao número mínimo ou máximo de alunos participantes por escola. Se a escola onde o aluno estuda não estiver cadastrada para participar da OBA, o estudante interessado poderá recorrer a outra escola cadastrada. A inscrição do aluno deverá ser feita pelo professor que aplicará a prova. Para fazer a prova os alunos só poderão usar lápis preto ou colorido, borracha, régua e caneta. Não é permitida a consulta a materiais ou a pessoas ou o uso de calculadora.

[voltar para o topo] 


7. DOS APLICADORES DA PROVA.

A prova será aplicada aos alunos previamente inscritos junto ao professor representante da OBA. Os aplicadores deverão manter o sigilo da prova, seguir as instruções e prazos da CO/OBA e se ater aos princípios éticos. 


8. DO LOCAL DA PROVA.

A prova deverá ser realizada nas dependências da instituição do aplicador. Para isso o professor deverá providenciar a reserva antecipada de sala(s) adequada(s) junto à direção da escola, tomando precaução para que não haja superposição com outro evento. 

[voltar para o topo]


9. DOS CONTEÚDOS DAS PROVAS.

As provas serão compatíveis com os conteúdos abordados pela maioria dos livros didáticos do ensino fundamental e médio. A prova será constituída de 7 perguntas de Astronomia e 3 de Astronáutica. Os conteúdos das provas em cada um dos níveis serão:

  • Nível 1. Astronomia: Terra: forma, atmosfera, rotação,  pólos, equador, pontos cardeais, dia e noite. Lua: fases da Lua, mês e eclipses. Sol: translação da Terra, ano, estações do ano. Objetos do Sistema Solar. Constelações e reconhecimento do céu. Astronáutica: A Missão Centenário (viagem ao espaço, em março de 2006 , do Ten. Cel. Av. Marcos Pontes). Aviões, Foguetes e Satélites: O que são e para que servem? A atmosfera e sua importância para a manutenção da vida na Terra. A Exploração do Sistema Solar por meio de Sondas Espaciais. O homem na Lua. Os satélites brasileiros (SCD e CBERS). Os foguetes brasileiros (foguetes de sondagem e o Veículo Lançador de Satélites-VLS). [voltar para o topo]

 

  • Nível 2. Astronomia: Terra: origem, estrutura interna, forma, alterações na superfície, marés, atmosfera, rotação, pólos, equador, pontos cardeais, bússola, dia e noite, horas e fusos horários. Lua: fases da Lua, mês e eclipses. Sol: translação da Terra, eclíptica, ano, estações do ano. Objetos do Sistema Solar, galáxias, estrelas, ano-luz, origem do Universo e história da Astronomia. Constelações e reconhecimento do céu. Astronáutica: A Missão Centenário (viagem ao espaço, em março de 2006 , do Ten. Cel. Av. Marcos Pontes).   Aviões, Foguetes e Satélites: O que são e para que servem? A atmosfera e sua importância para a manutenção da vida na Terra. A Exploração do Sistema Solar por meio de Sondas Espaciais (ex. Voyager). Os satélites brasileiros (SCD e CBERS). Os foguetes brasileiros (foguetes de sondagem e o Veículo Lançador de Satélites-VLS). Os satélites meteorológicos e de sensoriamento remoto e suas aplicações. A Estação Espacial Internacional (ISS). O Telescópio Hubble. As instituições brasileiras voltadas ao desenvolvimento das atividades espaciais (AEB, CTA, IAE, INPE e ITA). [voltar para o topo]

 

  • Nível 3. Astronomia: Além dos conteúdos do nível 2: Terra: rotação, pontos cardeais, coordenadas geográficas, estações do ano, marés, solstício, equinócio, zonas térmicas, horário de verão.  Sistema Solar: descrição, origem, Terra como planeta. Corpos celestes: planetas, satélites, asteroides, cometas, estrelas, galáxias. Origem e desenvolvimento da Astronomia. Conquista do espaço. Origem do Universo. Fenômenos físicos e químicos: elementos químicos e origem. Gravitação: força gravitacional e peso. Unidade Astronômica, ano-luz, mês-luz, dia-luz e segundo-luz. Constelações e reconhecimento do céu. Astronáutica: Além dos conteúdos do nível 2: A Exploração de Marte. Por que o Brasil deve possuir um Programa Espacial? O efeito estufa e o buraco na camada de ozônio. O corpo humano no espaço. Os foguetes Saturno, Ariane, Soyuz e Próton.  Os ônibus espaciais.  [voltar para o topo]

 

  • Nível 4. Astronomia: Além dos conteúdos do nível 3: Lei da Gravitação universal, leis de Kepler, lei de Hubble, história da Astronomia, espectro eletromagnético, ondas, comprimento de onda, frequência, velocidade de propagação, efeito Doppler, calor, magnetismo, campo magnético da Terra, manchas solares, evolução estelar, estágios finais da evolução estelar (buracos negros, pulsares, anãs brancas), origem do sistema solar e do universo. Constelações e reconhecimento do céu. Astronáutica: Além dos conteúdos do nível 3: A Corrida Espacial e a Guerra Fria. Como os astronautas se comunicam no espaço. Quais velocidades atingem os veículos espaciais (foguete e satélite)? Velocidade de escape. Tipos de órbita de um satélite (circular, elíptica, polar, geoestacionária). O campo gravitacional terrestre. Como manter e controlar um satélite em órbita. Por que os corpos queimam ao entrar na atmosfera terrestre? Quanto da massa total de um foguete é combustível? Quais são os combustíveis utilizados nos foguetes e nos satélites? O uso de satélites meteorológicos e de sensoriamento remoto. [voltar para o topo]

 


10. PERGUNTAS PRÁTICAS E/OU OBSERVACIONAIS.          

Poderá haver uma ou duas perguntas baseadas em atividades práticas e/ou observacionais. Para responder a estas perguntas o aluno precisará ter feito previamente uma atividade prática e/ou observacional que será divulgada com antecedência. Os alunos poderão fazer individualmente ou em grupos estas atividades práticas e/ou observacionais. Recomendamos, contudo, que os alunos sejam incentivados, orientados e ajudados no que for possível, para que desenvolvam as atividades práticas e/ou observacionais pedidas.

[voltar para o topo]


11. DA CORREÇÃO DA PROVA.

As provas serão corrigidas pelos professores aplicadores das mesmas, com base num detalhado gabarito a ser enviado pela CO/OBA logo após a prova. As provas com as 10 maiores notas de cada nível devem ser enviadas, pelos correios, à CO/OBA, imediatamente após serem corrigidas, e dentro do prazo estipulado pela CO/OBA. Uma listagem, num modelo a ser distribuído, com todos os nomes dos alunos participantes, níveis, sexos, datas de nascimentos e notas deverá ser enviada pelos professores representantes da OBA à CO/OBA em prazo determinado, anualmente escolhido e divulgado, juntamente com as 10 melhores provas de cada nível. As demais provas deverão permanecer sob a guarda do professor representante da escola pelo período de um ano, após o qual poderão ser descartadas ou devolvidas aos respectivos alunos. As provas terão 2 seções bem distintas, isto é, uma com 7 perguntas de Astronomia e outra com 3 perguntas de Astronáutica. Corrigida a prova, o total de pontos das questões de Astronomia e de Astronáutica devem ser lançados separadamente na Ficha de Controle de Inscrição de Alunos. Na última coluna desta Ficha deve ser lançada a soma das notas, a qual, para todos os efeitos de premiação é a nota final do aluno. Esta ficha também poderá ser eletrônica e detalhes sobre ela seguem sempre junto com as provas.


[voltar para o topo]


12. DA PREMIAÇÃO.

  • Premiação nacional - Medalhas: A CO/OBA depois de receber todas as listagens com os nomes e notas de todos os participantes vai relacionar, por ordem decrescente, as notas dos quatro níveis separadamente. Serão enviados, no final do mês de outubro ou início de novembro, certificados para todos os alunos participantes. Serão distribuídas, entre os quatro níveis, aos alunos de maiores notas, cerca de 33.000 medalhas, entre ouro, prata e bronze. Uma solenidade de premiação deve ser organizada na escola para a entrega das medalhas e certificados com a presença de alunos, professores, pais, autoridades, imprensa, rádio, TV, etc.            

  • Premiação escolar: O professor cadastrado do estabelecimento de ensino, juntamente com os professores colaboradores, Diretor(a) da Escola e/ou coordenadores pedagógicos poderão decidir a data e a forma mais conveniente para fazer a entrega dos certificados e de eventuais medalhas que receberão da CO/OBA. É recomendável também que, caso a escola não receba medalhas, ou receba poucas, sejam adquiridas no comércio local, pela própria escola, mais medalhas (de qualquer modelo) e que se faça uma premiação em nível escolar com estas medalhas.

  • Certificados: Todo aluno participante receberá um certificado com seu nome grafado. O professor representante da escola, bem como seus colaboradores e Diretor da Escola receberão um certificado de participação da CO/OBA. Também será enviado um certificado em nome da Escola. Abaixo do nome do aluno constará o tipo de medalha que ele ganhou, caso ele seja premiado. Abaixo do nome do professor no certificado constará a carga horária gasta por ele na organização da OBA. A OBA se reserva o direito de enviar certificados somente para os alunos que tenham obtido nota acima de um valor mínimo, caso não obtenha recursos suficientes.

  • Brindes:  Junto com os certificados enviaremos materiais impressos produzidos por nós ou obtidos por doação. Sempre que possível também serão enviadas cópias de artigos, cartazes, CDs com conteúdos de Astronomia, Astronáutica, etc. 

  • Jornada Espacial: Cerca de 60 alunos serão selecionados para participarem da Jornada Espacial. Serão pré-selecionados somente alunos do ensino médio, de qualquer ano/série, com as melhores notas de Astronáutica e que ainda não tenham participado da Jornada Espacial.  Para alunos com a mesma nota de Astronáutica o desempate dar-se-á considerando-se a maior nota total (Astronomia + Astronáutica).  Se ainda assim permanecer o empate, utilizar-se-á a quantidade de vezes que o aluno participou da OBA (o aluno com maior quantidade de participações terá preferência). Como último critério de desempate utilizar-se-á a idade do aluno, dando-se preferência ao mais velho.  O professor representante da OBA nas escolas que tiverem seus alunos pré-selecionados, serão convidados a participar da Jornada Espacial.  Entretanto, se o professor já tiver participado de quaisquer das quatro últimas Jornadas Espaciais a escola deverá indicar outro professor para participar e acompanhar o seu aluno, caso contrário, a escola perderá o direito de enviar o seu aluno e o seu professor.

  • Olimpíadas Internacionais: Selecionaremos 1000 alunos do ensino médio, nascidos depois de 31/12/95, por ordem decrescente da nota total, e mais 20 alunos por estado se ainda não houver 20 alunos de cada estado entre os 1000 já selecionados. Todos eles deverão se cadastrar num site cujo link será informado aos professores representantes da OBA nas respectivas escolas destes alunos. Todos farão um pequeno simulado à distância para fins de treinamento e uma prova à distância em outubro, contendo 40 perguntas de múltiplas escolhas, com 2 horas corridas para serem feitas, com a condição de que duas respostas erradas anulam uma correta. Sendo que a alternativa “em branco” não prejudica o participante. Após esta prova serão selecionados apenas os 100 melhores, os quais farão algumas provas à distância até fevereiro e em março farão uma prova presencial, todos juntos no mesmo local, para só então selecionarmos 10 alunos e dois reservas, obrigatoriamente de ambos os gêneros, que representarão o Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica, IOAA e na Olimpíada Latino Americana de Astronomia e Astronáutica, OLAA. A CO/OBA fará a seleção das Equipes Brasileiras, respeitadas as normas das Olimpíadas Internacionais. As participações das equipes brasileiras nas mesmas, obviamente, estão condicionadas à existência de recursos financeiros para tanto. 


[voltar para o topo]


13. DOS CUSTOS.

Não há taxa de inscrição para Escolas ou alunos participarem da OBA. As escolas receberão gratuitamente o material de divulgação, cartazes, cartas circulares, fichas, regulamentos, propostas de atividades práticas, provas e gabaritos. A impressão dos certificados e a confecção das medalhas também serão gratuitas.  A remessa do pacote contendo as medalhas, os certificados de alunos, professores e diretores, bem como os brindes será feita como ENCOMENDA-PAC com cobrança prévia somente da postagem do correio. Escola pública pagará um boleto bancário no valor de R$30,00 e Escolas particulares pagarão o dobro.

[voltar para o topo]


14. DA MARCA.

A marca da OBA é patrimônio da CO/OBA e sua utilização para fins comerciais deve ser autorizada por escrito pela mesma.

[voltar para o topo]




[ Voltar ]


 

Fale Conosco